Mineração de Texto, Computação Afetiva e Análise de Comportamental

Este projeto visa extrair conhecimento a partir de diferentes fontes não-estruturadas. Na mineração de texto, as informações são obtidas, normalmente, pela identificação de padrões e tendências por meio de aprendizado estatístico ou de máquina a partir de textos. Além do significado das palavras e da mensagem principal que se quer passar durante a escrita, o texto produzido traz consigo diferentes informações das emoções de quem o está escrevendo. Desta maneira, o objetivo nesta área se concentra em representar textos no espaço vetorial, desenvolver algoritmos de classificação e construir aplicações voltadas para a análise de sentimentos.

Neste contexto, a computação afetiva se estabelece como a computação relacionada à emoção, proveniente de emoções ou que deliberadamente influencia as emoções. Esta área tem muitos desafios em aberto, especialmente na área de detecção e classificação de emoções. Ela compreende o estudo e desenvolvimento de sistemas que podem reconhecer, interpretar, processar e simular o afeto humano. Inclui-se como objetivo deste projeto desenvolver e utilizar dispositivos capazes de reconhecer expressões faciais, gestos, fala, alterações da temperatura corporal, ritmo respiratório, entre outros, bem como extrair padrões significativos desses dados capturados.

A análise comportamental é a análise de indivíduos em grupos, seja em redes sociais, redes de colaboração e coautoria. O objetivo, neste projeto, é analisar o comportamento de indivíduos em seus grupos ou comunidades modeladas por meio de grafos com atributos, de modo a se poder evidenciar comunidades relevantes. Nessa pesquisa, faz-se valer de diferentes abordagens, tais como algoritmos de agrupamento em grafos com atributos para a detecção de comunidades. Dentre as aplicações estudadas estão a detecção de grupos para marketing direcionado (target marketing), detecção de homofilia emocional (emotion homophily) e a disseminação de informação (spread of information).

Docentes Envolvidos

  • Eduardo Bezerra
  • Gustavo Guedes (Responsável)

Fomentos

  1. Edital FAPERJ Auxílio Individual, projeto “Agrupamentos múltiplos não-redundantes em grafos com atributos”, no período 2016-Atual, com coordenação do docente Gustavo Guedes;
  2. Edital FAPERJ Instalação, no período 2017-2018, com coordenação do docente Gustavo Guedes;
  3. Bolsas PIBIC, no período 2016-2018.

Esses projetos estão em desenvolvimento pelos membros do grupo e totalizam um valor de financiamento de aproximadamente R$ 10.000,00.

Comments are closed.