Infraestrutura

Laboratórios

Os alunos do PPCIC dispõem da seguinte estrutura de laboratórios: (i) um laboratório de uso geral; (ii) um laboratório dedicado exclusivamente à pesquisa: Laboratório de Computação Aplicada (LPCA); (iii) cinco laboratórios de ensino/pesquisa, (iv) sala de servidores; (v) salas de estudo com wifi. Cada um dos laboratórios indicados em (i), (ii) e (iii) tem aproximadamente 20 computadores.

Os laboratórios indicados em (i) e (iii) são multiuso para alunos da Computação com espaço para projeção multimídia e uso de quadro branco. Os computadores dos laboratórios indicados em (i) e (ii) possuem diversos ambientes de programação (Java, Python, C, R), Banco de Dados (PostgreSQL, MySQL e outros servidores), ferramentas livres para produção de artigos Libre Office, LaTeX e softwares específicos para apoiar disciplinas ou pesquisas. Os computadores presentes em no laboratório (i) tem infraestrutura de software para torná-los cluster Beoulful com 20 nós.

A sala de servidores contém dez servidores de pesquisa e um cluster para processamento de alto desempenho com seis nós básicos. Os nós básicos são complementados pelo cluster Beoulful, totalizando 30 nós. Os servidores PowerEdge que servem de backend (servidores de banco de dados e de aplicações) para as máquinas presentes nos laboratórios e 100% dedicadas às atividades de ensino e pesquisa. Os cinco laboratórios indicados em (iii) são de uso compartilhado entre o PPCIC, a graduação e o ensino médio técnico em Computação. Dois destes laboratórios contam com quadros interativos (quadros inteligentes), possibilitando a utilização de recursos didáticos mais sofisticados.

Esses laboratórios têm recebido, ao longo dos últimos anos, investimentos que permitiram a aquisição de servidor de alto desempenho e de novos equipamentos de multimídia, a atualização dos computadores e a troca do mobiliário e dos condicionadores de ar (splits). A atualização da infraestrutura dos laboratórios do CEFET/RJ tem sido feita com recursos próprios do CEFET/RJ (seja por pedido direto do CEFET/RJ, seja por pedido via grupo de pesquisa) e com recursos advindos de projetos de pesquisa financiados por órgãos de fomento como a FAPERJ e CNPq.

Recursos de Informática

Os docentes do Programa podem fazer uso da Plataforma Moodle como apoio às disciplinas presenciais ofertadas pelo PPCIC. Esse recurso, que está instalado no servidor do Laboratório de Pesquisa, também já vinha sendo utilizado nas disciplinas de graduação e de ensino médio-técnico e tem sido amplamente utilizado pelos docentes do PPCIC durante as disciplinas.

Vale mencionar que todas as salas de aula e auditório disponibilizados pela DIPPG e utilizados pelo Programa encontram-se equipados com recursos fixos de multimídia. A infraestrutura de informática para apoio administrativo também foi melhorada com a aquisição de máquinas novas (computadores, scanner, impressoras multifuncionais). Os docentes do Programa contam com salas individuais e com computadores atualizados recentemente através de financiamento próprio do CEFET/RJ.

Os alunos do PPCIC contam com um espaço (Sala de Estudos) na DIPPG com vários computadores à disposição. Nesse ambiente, os alunos têm acesso à Internet e ao Portal de Periódicos da CAPES. Recursos para impressão de trabalhos acadêmicos são também disponibilizados nesse mesmo ambiente.

O PPCIC dispõe de um sistema de teleconferência disponível e que se encontra instalado na sala de reuniões da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação – DIPPG. As teleconferências também têm servido como suporte às atividades desenvolvidas no Laboratório de Trabalho Colaborativo, proporcionando maior autonomia às pesquisas em andamento.

Tal infraestrutura é importante uma vez que desde 2017 foram aprovadas normas de defesas à distância de dissertações e teses. Tais normas entram em sintonia com as normas de apoio a internacionalização para os Programas de Pós-graduação que possibilitam textos e defesas em inglês.

Bibliotecas

A Biblioteca Central do CEFET/RJ funciona no quarto andar do Bloco E. Além do espaço individual de leitura, conta com sala de estudos, dois minis auditórios, um auditório maior, um setor de multimídia, áudio e vídeo e um setor para consulta virtual. Desde 2010, quando foi implantado o Sistema Phoenix de Bibliotecas, encontra-se disponibilizada a consulta online ao acervo das bibliotecas que compõem o sistema CEFET/RJ (Biblioteca Central e bibliotecas dos Campi). Ao longo dos últimos anos, a Biblioteca vem contando com investimentos constantes para ampliação de seu acervo.

No que se refere especificamente às demandas do PPCIC, os títulos podem ser adquiridos através de pedidos feitos pelo Programa, pelas coordenações de graduações e pelos grupos de pesquisa do CEFET/RJ. Há que se ressaltar que a verba destinada à pesquisa no CEFET/RJ é distribuída entre os diversos grupos de pesquisa mediante critérios estabelecidos em edital, possibilitando aos grupos a aquisição de bibliografia, equipamentos e serviços necessários para a realização das atividades de pesquisa. Há que se destacar o Portal de Periódicos da CAPES que tem suprido muitas das necessidades de pesquisa bibliográfica do curso, podendo ser acessado da sala dos alunos ou de qualquer outro computador da Instituição.

Ao todo, são mais de 18.052 títulos, 64.123 exemplares, sendo 497 específicos para computação. Em termos de acesso aos periódicos e artigos de conferência, todas as principais bases da Computação, IEEE, ACM, Scopus, Science Direct, Springer e Wiley são acessíveis a partir de qualquer computador dentro do CEFET/RJ ou remotamente via rede CAFe a partir do portal CAPES.

Outras informações

No que tange ao apoio administrativo, o PPCIC conta com uma Secretaria Administrativa com funcionários para atendimento aos discentes/docentes e operação do sistema acadêmico do Programa. O espaço administrativo possui sala de reuniões.

Finalmente, o CEFET/RJ, por meio do PPCIC, têm um convênio de cooperação técnico-científica com o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e está em processo de aprovação de um convênio com a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), tendo como benefícios a possibilidade de utilização de infraestrutura computacional para elaboração de projetos em conjunto.